Liberdade Emocional & Educação Espiritual

Como sair dessa?! Quando parece que a única opção é sofrer + O que aconteceu comigo ♥

 

Olá meus amados do coração!

Eu tinha prometido a vocês uma newsletter linda com vídeo nesta segunda-feira.

Mas a Vida linda aconteceu com seus ciclos e eu tive algumas surpresinhas no caminho.

E acredito que o texto a seguir pode te servir!

Nesse último final de semana recebi a notícia de que nossa amada cachorrinha da família, o ser lindo que nós nos permitirmos receber do Papai do Céu na nossa Jornada há 12 anos atrás, uma das minhas grandes Mestrinhas de Amor Incondicional, está muito doente.

Ou melhor, ela não está doente, o seu está corpinho apenas que está.

(É importante saber dessa diferença. Não somos um corpo.)

Essa notícia movimentou todos da nossa família. E nestes dias senti que não deveria me expor, e apenas me aquietar. E eu me respeito. Então peço desculpas a quem estava esperando meu vídeo.

Agora, estou focada em apoiar a minha anjinha e a minha família neste momento único. E em sentir tudo de tão lindo que pude viver gratuitamente com esse serzinho.

Desde o dia em que ela chegou até nós ela foi um bálsamo… uma anjinha preciosa, que na sua infinita amorosidade nos ensinou muito e nos re-uniu em um momento que parecia tão difícil, onde nos encontrávamos tão distantes da lembranças de que nós nos amávamos. Ela nos relembrou. E nos relembra sempre.

(é assim… quando alguém se permite viver Amor com A maiúsculo, quando nos entregamos a ele, somos transformados. O Amor transforma. É impossível sair ileso, é impossível resistir.)

Mas aí existe uma sutileza a ser notada. Algo dentro de nós ainda confunde amor com sofrimento. Vemos valor no sofrimento e o alimentamos quando achamos que amar é sofrer junto. Se alguém que amamos se encontra em sofrimento, sofrer com o outro não ajuda… ao invés de apenas uma pessoa com dor seremos duas.
COMO SAIR DISSO?!

Para mim escolhi que a melhor maneira ser útil é estar presente em Amor. Afinal o que curaria mais Amor ou Sofrimento?! Posso ser mais útil assim. Quero poder estar presente, escutar ao máximo o outro em pleno acolhimento. Sem as minhas impressões pessoais e todo o meu drama pessoal misturado.

Para a nossa cultura é difícil aceitar isso porque acreditamos que precisamos sofrer para nos valorizar ou engrandecer o que somos e estamos fazendo. Mas só estamos alimentando em nós e em todos, por consciência coletiva, a ideia de que o sofrer tem valor para nós.

Não estamos tentando bancar mais evoluídos do que somos mas apenas perceber o apego que ainda temos ao drama, a dor, e a nos colocar como vítimas. O que só faz tudo isso se perpetuar.

Mas e se hoje a gente se desapegasse só um pouquinho da ideia de que para que as coisas tenham valor elas precisam de drama? E se a gente deixasse de se confundir só um pouquinho hoje que Amor e Amar é Sofrer?

Não é fácil… eu sei… fomos acostumados a dar muito valor ao drama a dor e ninguém nos ensinou como encontrar o outro lado. Mas a verdade é que em cada “ganho” da Vida existem “perdas”, e em cada “perda” existem “ganhos”. Os aspas servem pra mostrar que nós é que julgamos algo como perda ou ganho. Pro Universo e para o Sábio tudo apenas: é. Fluxo perfeito.

Tudo depende da nossa perspectiva. E sim, meu querido milagre, é possível dar outro significado para este momento.

Quando aperta o peito e me percebo apegada a minha própria dor, amorosamente, quando me sinto preparada para me libertar eu rezo e entrego:

ORAÇÃO:

“Querido Papai do Céu/Universo/Eu Superior/Eu Sábio se neste momento em que me encontro por alguns instantes eu me apegar a dor, como se ela ainda tivesse valor pra mim, me ajuda a me libertar de todo o meu apego ao sofrimento, a sensação de falta, limitação, e a escassez.

Me liberta das projeções que faço de um futuro que me machucará. As ideias de que a realidade poderia estar contra o meu bem maior. Toda a ideia pequena sobre mim: de que eu preciso de drama nesse momento para me engrandecer.

Que qualquer uma das minhas confusões sejam reinterpretadas. Eu não estou mais interessada na dor. Nem na minha versão menor e vítima. Me ensina a ver isto de uma maneria diferente para que eu possa me relembrar da Paz que nunca deixou de existir. Restaura o pensamento de Amor e Alegria que eu sei que estão disponíveis neste momento quando eu permito. Eu entrego, e em Alegria agradeço, aguardo e recebo todos os Milagres. Eu me liberto do apego a dor e liberto todos ao meu redor junto comigo também. Amém”

Tudo que o Universo precisa é a nossa mínima disponibilidade.
Entregue a dor. E seja guiado para a Cura.

E se a gente chorar – e a gente sempre deve se permitir chorar – podemos lembrar que choramos porque é Amor, não dor.

Quando choro… eu sei que choro porque Amei. As lágrimas são felizes porque sinto Amor. Choro porque me sinto tão, tão, tão Grata. Choro porque amo cada pedaço e cada ciclo único da Vida que me dá oportunidade de crescer mais no Amor. Viver é se emocionar.

Que a gente possa Amar tudo o que somos e sentimos Agora.

Vida linda gratidão por cada momento precioso que eu tenho a sorte de experienciar perto de todos os seres amorosos na minha Vida.

Gratidão pela infinitude do Espírito, onde todos nós estamos unidos e jamais nos separaremos. Que cada dia mais possamos nos relembrar quem somos em Verdade.

Que seja feita a Vontade Divina.

Um beijo grande no coração,
sua parceira de Jornada,
Ariana.

Gostou? Sentiu? Deixe seu comentário, compartilhe com a gente abaixo:

Author: Ariana

http://tudoenergia.com.br/terapeuta/


Vem ficar mais perto! Receba a minha newsletter com Áudios, Vídeos e Dicas FREE!




Ariana Schlösser | Liberdade Emocional & Espiritualidade | contato@tudoenergia.com.br | São Paulo . Rio de Janeiro . Florianópolis

Voltar ao Topo desta Página